As 10 Praias mais bonitas do mundo

Pegadas na areia

Feche agora seus olhos, respire fundo e imagine como seria uma praia perfeita. Se for preciso a desenhe em sua mente. Conseguiu? Bom, vou te apresentar, a seguir, 10 lindas e paradisíacas praias que você nem imagina que elas realmente existam.

É claro que ao olhar a imagem da maioria delas você lembrará daqueles papeis de parede para tela de computador e entenderá que, por mais que existam artistas, essas obras naturais ainda desafiam o talento humano. Confira.

  1. Anse Source d’Argent – Seychelles

Esta linda praia fica ao norte da ilha de La Ligue no arquipélago de Seychelles que possui mais de 115 ilhas ao nordeste de Madagascar. Suas areias são de uma brancura impressionante, além de grandes blocos de granito, mar azulado e várias palmeiras em seu entorno. As águas são calmas e ideais para um bom mergulho.

  1. Bahia Solano – Colômbia

É uma praia isolada, cujo acesso é feito somente por barco ou avião. Possui o maior índice pluviométrico do mundo e é cercada de fauna e flora. Fica próxima a Chocó, separada do país pela Cordilheira dos Andes, é um verdadeiro recanto de aves. O fundo da praia possui lama o que dá um aspecto de coloração mais escura as suas águas calmas.

  1. Hanelei Bay – Havaí

As praias do Havaí sempre são um grande atrativo turístico. Ao norte da ilha você encontra essa deliciosa praia que oferece excelentes ondas para os surfistas experientes. No mais a praia é coberta com areias finas e claras. Isso sem contar que suas águas são muito azuis e, portanto, cristalinas vigiadas, de perto, por belas montanhas.

  1. Matira- Bora Bora

Outra região famosa por suas belas praias é o Tahiti e Matira sempre ganha o destaque que merece, afinal sua boa extensão de quase 2 km é pequena diante da brancura de suas areias assim como das águas azuladas. É simplesmente encantadora!

  1. Maya Bay – Ko Phi Phi

É claro que nesta singela lista a Tailândia não poderia ficar de fora. Se você, como milhares assistiu o filme “A Praia” com Leonardo di Caprio reconhecerá logo esse paraíso. Localizada em Phi Phi Leh a praia, que dispensa comentários, possui as águas mais cristalinas que se poderia observar. E, só por curiosidade, Maya Bay foi tombada como parque nacional, ok?

  1. Nungwi – Zanzibar

Vamos para a Tanzânia? Além de seus diabos (Taz) é possível encontrar ao norte a praia mais linda e profunda da ilha. Suas areias são branquíssimas e as águas calmas são também rasas o que propicia excelentes mergulhos e despedida de todo quanto estresse que possa existir.

  1. Playa Paraíso – Cayo Largo

De um extremo ao outro do planeta, a praia da vez está localizada em ilha cubana e mais especificamente ao sul. Com areia fofa e água extremamente limpa é possível aproveitar tudo ao máximo. A Playa Paraíso – que faz jus ao nome – é uma das mais protegidas de Cuba. Em uma parte, ela é bastante frequentada por naturalistas.

  1. Pulau Perhentian Kecil – Malásia

É de tirar o fôlego tamanha beleza aliada à harmonia de cores e os sons do ambiente. Suas águas são azuis cristalinas, cuja corrente é originária do Mar do Sul da China. Possui vários rochedos e é ideal para passar o dia com a família.

  1. Sun Island – Maldivas

As Ilhas Maldivas foram muito bem presenteadas com uma praia que não se sabe onde começa as suas águas e onde termina o céu, cujo toque natural de ambos é inevitável. As areias são muito claras, enquanto as águas são de um azul, sem exageros, simplesmente celestial.

  1. Whiteheaven – Queensland

E, para fechar o “nosso top 10”, vamos até a Austrália, no estado de Queensland. A praia que, em uma tradução livre para o português significa “paraíso branco”, faz jus ao nome o qual remete a formação de suas areias claríssimas de origem sílica. Whiteheaven fica em uma ilha isolada e não é permitido que o turista passe a noite por lá, ou seja, só pode fazer uma visita e depois obrigatoriamente tem que voltar para o continente.

Para encantar

Faltam adjetivos para as praias mais bonitas do mundo, cujas imagens parecem um sonho inalcançável, mas as mesmas são mais reais do que se poderia imaginar. Agora me diga, qual delas que você mais gostou?

Deixe seu comentário abaixo! E se você pensa que seus amigos também ficariam encantados com toda essa beleza……

Compartilhe!!!!

Fiordes: você sabe o que é?

Foto Fiorde

Com certeza você já viu, mas não conhecia por esse nome. Fiordes é uma palavra que se refere a um grande vale formado por rochas e inundado por água. Tal cenário é fruto de bela construção natural iniciado no período da Era Glacial.

São facilmente encontrados nas extremas regiões do planeta como, por exemplo, Dinamarca, sul do Chile, sudoeste da Nova Zelândia e costa sul e oeste do Alasca, ou seja, os lugares mais propícios por possuírem gelo. Sim, existe uma explicação lógica para que compreenda tal relação.

Como são formados os Fiordes?

Os fiordes surgiram entre 3 e 12 milhões de anos em plena era glacial quando o mar adentrou os espaços escavados pelo manto de gelo. Durante este período o nível dos oceanos baixava e assim as grandes geleiras avançavam facilmente sobre as regiões mais quentes.

Estes conglomerados gélidos arrastavam facilmente qualquer objeto que encontrasse pelo caminho e devido a esta ação estudiosos deram o nome de “erosão glacial” já que até as rochas não eram poupadas.

Devido à ação violenta, o gelo acabou “formando” os vales estreitos enquanto os seus paredões se tornaram muito íngremes, ou seja, uma espécie de falésia. Mas ao contrário do que se pode imaginar, esta ação foi realizada durante muito tempo.

Quando a temperatura começava a subir novamente, o gelo retornava, o nível do mar aumentava e os vales rochosos eram alagados. E foi nesta ação de avanço e retrocesso da geleira que, aos poucos, os Fiordes foram esculpidos em forma de “U”.

Para ter ideia, há Fiordes que possuem um comprimento acima de 350 quilômetros com paredões de aproximadamente 1000 metros de altura e profundidade em torno de 1.500 metros.

Qual é a origem de Fiordes?

Por outro lado é interessante mencionar que a palavra Fiorde ou Fiord tem sua origem na língua norueguesa (fjord) e o seu significado é “porto seguro” e faz sentido uma vez que, as águas dos fiordes são geralmente tranquilas. Além de formar um belo cenário são ideais para a pesca e a navegação.

Diferença entre Ria e Fiordes

Em qualquer um dos temas que se pense primeiro é comum se confundir com o outro uma vez que, existem várias semelhanças entre ambos, mas também possuem diferenças. Os Fiordes, como já foi dito, são  grandes vales formados por rochas que dão acesso ao mar e sua origem se reporta ao período glacial onde as geleiras foram as principais responsáveis pela sua formação.

A Ria também surge, de forma semelhante ao Fiordes, de uma espécie de inundação em um vale, mas a sua formação não foi realizada no período glacial e sim em outros períodos. Mas mesmo assim, vale lembrar que as Rias são mais rasas e o seu formato é semelhante a um “V”.

A Terra dos Fiordes

Se você deseja ver um Fiorde de perto precisará viajar para uma região que abriga esse interessante relevo. Uma das regiões que mais possuem Fiordes é a Noruega, que ganhou o título de “Terra dos Fiordes”.

Um país famoso por suas geleiras e os lendários vikings possui Fiordes que são honrosamente listados pela Unesco, como Patrimônio da Humanidade. Um deles se trata de Sognefjord que é o maior da Noruega com aproximadamente 205 km de extensão, 1.000 metros de altura e 1.308 metros de profundidade.

Outro Fiorde que não ficou de fora da lista é o Geirangerfjord que possui 15 km de extensão e é um dos mais visitados e “navegados” principalmente por turistas. As embarcações que podem navegar neste paraíso natural são médias ou grandes e que além de pessoas leva também veículos em seus mini cruzeiros.

Fiordes: Grande atração turística

Como você mesmo percebeu, durante este artigo, poucos são os lugares ou países que foram privilegiados com os Fiordes e, por isso mesmo, atraem milhares de turistas ao longo do ano. No caso da Noruega, por exemplo, a visita de brasileiros é significativa, pois é a melhor oportunidade de se ver, de perto, esta paisagem digna de cinema hollywoodiano.

E você, já conhecia os Fiordes antes de ler este artigo? Deixe a sua opinião nos comentários abaixo.

 

 

 

 

 

Piracanga- vida e sustentabilidade

 

Foto Piracanga Cada um por si

Em uma sociedade onde o individualismo ganha cada vez mais espaço, e as redes sociais são um espelho do ego inflado da maioria dos usuários, um grupo de pessoas resolveu fazer o caminho inverso. Respeitar a biodiversidade, cuidar da vida espiritual, valorizar a qualidade de vida e manter a consciência ambiental, trocando uma rotina maçante, em busca de ganhar cada vez mais tranquilidade, perdendo o que nós chamamos de “qualidade de vida”, para voltar a viver com qualidade realmente!

Ecovila à moda antiga

Piracanga fica em Itacaré, na Bahia. É uma ecovila que vive, digamos, à moda antiga, há 11 anos e preserva a qualidade de vida. Bebidas alcoólicas, cigarro, drogas em geral, não são permitidas. A comunidade que está se formando lá, atualmente com cerca de 200 pessoas, mistura o respeito à natureza, sendo autossustentável, ao bom uso de recursos naturais e financeiros para o bem de todos.

Lugar Mágico!

O acesso à Piracanga não é fácil, mas o esforço vale a pena. Muitas pessoas têm trocado a vida cotidiana, com salário maior e toda aquela loucura que inclui despertador, horários, tráfego, engarrafamentos, barulho e estresse em geral, que a maioria de nós estamos acostumados, por esse lugar mágico. As pessoas não têm luz elétrica lá, e a ordem é: respeitar e conservar o meio ambiente. O modo de viver em Piracanga, é algo que lembra os bons costumes “de antigamente”.

Melhor qualidade de vida!

A comunidade é autossustentável e não recebe nenhuma ajuda do governo. A nova proposta do viver em Piracanga, tem encantado as pessoas, das mais diversas áreas profissionais, por ser um local onde o custo de vida é mais baixo em relação à vida nas grandes capitais e cidades tidas como polos empresariais, e claro, o benefício, no que diz respeito à qualidade de vida, é incomparável.

Mais dinheiro e menos humanidade!

A maioria das pessoas hoje, trabalha em prol do crescimento, que remete a ganhar mais e mais. E isso, acaba tornando as pessoas, totalmente dependentes do dinheiro. A qualidade de vida, diminui. As pessoas da família não convivem tanto, por saírem cedo, voltarem tarde e cansadas. As doenças aumentam, o valor gasto em planos de saúde e farmácia, também aumentam e assim, a vida cotidiana, faz da pessoa, uma panela de pressão, prestes a explodir.

Piracanga não tem água de rede de distribuição. A água que utilizam, é natural e recebe tratamento através de plantas aquáticas ou seja: eles não poluem a água, pois se o fizerem, eles mesmos serão os maiores prejudicados.

Modelo social: Simplicidade!

O conceito de vida em Piracanga é voltar a dar valor ao que hoje já não tem tanto valor assim. É voltar à convivência com as pessoas, voltar a uma dimensão totalmente diferente do tempo. Dizemos que o tempo voa! Mas voa mesmo? Ou somos nós que corremos demais? Deletar o individualismo, a dependência da internet e do ‘quanto mais, melhor, independente do quanto seja necessário trabalhar para isso’ – quando o assunto é dinheiro e acúmulo de riquezas. E dessa forma, voltar a ter qualidade de vida. Viver em um lugar onde o modelo social é a simplicidade! Em um lugar onde os modelos sociais não são  carros e grifes, mas onde o mais eficiente é aquele que consegue ter mais tempo para os próprios familiares e para si mesmo!

Um por todos e todos por um!

Existe o lucro financeiro, como toda comunidade, precisa ter para se manter e crescer. A verba, sai da atividade hoteleira, dos cursos, das escolas, massagens e existe um fundo comunitário, que paga as casas, as despesas e os salários de quem trabalha em prol do desenvolvimento sustentável comum, colocando as próprias habilidades a disposição de todos! Funciona como uma  verdadeira cooperativa: cada um faz a sua parte e todos ganham JUNTOS.

Deixe seu comentário!

 

Dicas de Hotéis no Rio de Janeiro

COPACABANA Palace

 COPACABANA PALACE HOTEL

Palavra de ordem: Planejamento!

Se você planejou passar as suas férias no Rio De Janeiro, deverá fazer um bom planejamento, para aproveitar bem a sua viagem todos os dias que estiver lá. A cidade é grande e você deve escolher a localização do hotel de acordo com as suas necessidades, para não perder tempo em deslocamentos.

Atenção: Quando ir ao Rio?

Vale ressaltar também que, por ser uma cidade que recebe um grande número de turistas, na alta temporada, você poderá ter problemas na hora de reservar uma acomodação e é bom ficar sabendo que os preços também sobem! Logo, é necessário fazer a reserva com a maior antecedência possível, principalmente, se suas férias forem no final do ano, na Páscoa ou durante os vários eventos que ocorrem na cidade.

Para cada caso, um hotel diferente!

Caso vá ao Rio a negócios, a passeio por poucos dias, para conhecer a parte histórica da cidade, ou fazer compras, escolher um hotel no centro da cidade é, certamente, a melhor opção. Isso porque é uma zona  muito bem servida no que diz respeito ao transporte público, táxis, e fica próximo ao Aeroporto Santos Dumont.

Praias, shoppings e vida noturna

Se a sua intenção é passar alguns dias aproveitando as praias maravilhosas, a vida noturna e conhecer bons restaurantes e lojas elegantes, se hospede na Zona Sul. Nessa região, você ficará próximo aos pontos badalados da cidade e, incrivelmente, tem uma grande chance de conseguir ótimos preços de diárias devido a alta concentração de hotéis.

O luxo custa caro!

Para se aconchegar em bairros nobres, onde o ambiente é mais refinado e próximo das belas praias, você poderá escolher entre Ipanema e Leblon. Há muito comércio e ótimas opções de restaurantes. Contudo, para aproveitar com mais conforto as suas férias, você terá de desembolsar um valor maior.

Vou te dar agora algumas dicas de hotéis no Rio de Janeiro para você escolher, analisando o local, preços e serviços:

  • Hotel Belmond Copacabana Palace

 

Ele é perfeito para quem procura luxo e vista para o mar. O hotel de 5 estrelas, se localiza à beira-mar em Copacabana e conta com luxuosos quartos. Contudo,  a diária custa  R$1155.

 

  • Miramar Hotel by Windsor

 

Outro hotel de luxo, fica localizado em frente da praia de Copacabana.  Tem uma piscina de granito verde e um ginásio onde você poderá se divertir com a família. A diária mais barata custa  R$754.

 

  • Ipanema Inn Hotel

 

Localizado à apenas 300 metros da praia de Ipanema e a 10 km do Aeroporto Santos Dumont, dispõe de aluguel de carros, serviço de quartos e acesso Wi-Fi. O quarto mais barato custa  R$399.

 

  • Hotel 1900

 

Caso queira maior conforto para você e sua família, sem gastar uma quantia exagerada, este hotel é o ideal! Além do acesso Wi-Fi gratuito, os quartos têm  televisão e ar condicionado, o que te proporcionará  noites tranquilas e aconchegantes, longe da sensação de calor, que na cidade  é particularmente forte! A menor diária é  R$147.

 

  • Acapulco Copacabana Hotel

 

Sempre pensando no conforto e bem-estar, este hotel de 4 estrelas se situa a apenas um quarteirão da praia de Copacabana e possui internos  modernos, estacionamento e acesso ao Wi-Fi gratuitos, além de terem também  televisão LCD e TV a cabo. A diária mais barata é  R$351.

 

  • Hotel Regina

 

Uma casa clássica e estilosa transformada em hotel, situado um pouco mais distante das famosas praias do Rio De Janeiro, esta seria uma boa opção para você que irá à cidade a negócios ou a passeio. A menor diária é  R$221.

 

  • Marina All Suítes

 

Para aproveitar mais os restaurantes, bares e lojas da cidade, este hotel que conta com um design moderno, uma piscina e uma sauna no terraço, é o ideal. Se localiza na praia do Leblon e sua diária mais barata  é  R$825.

 

  • Hotel Granada

 

Localizado no centro do Rio, encontra-se perto de estações do metrô e, fica a poucos passos de teatros, museus e restaurantes. O menor preço é  R$199.

 

O que achou desses hotéis? A descrição de algum deles lhe chamou a atenção? Imagino que sim! Espero que sua vontade de viajar para o Rio de Janeiro, a “Cidade Maravilhosa”, aumente ainda mais e que você possa se divertir com sua família, se for a negócios, ou sózinho.

Boa dica!

Se você não for o tipo de hotel, e preferir um apartamento ou casa, onde poderá até convidar um amigo, existe um site muito legal, chamado Airbnb onde é possível encontrar acomodações super legais pagando pouco. Por exemplo: pagando 40 euros por dia um apartamento super central para 4 pessoas. Legal, não é?

Clique nesse link para ter uma ideia!

 

 

Compartilhe essa publicação com seus amigos nas redes sociais e aproveite para nos seguir e ficar sempre atualizado.

Deixe seu comentário!

Tiramisù

imagem de Tiramisu

“TIRAMISÚ”, QUE DELÍCIA!!!!

A sua origem é incerta

O “tiramisù” è a sobremesa mais  popular da Itália. A sua origem é incerta, e várias regiões italianas reivindicam a sua “paternidade”! A Toscana, o Veneto e o Piemonte dizem ter inventado esta delícia!

A versão oficial diz que  a receita clássica foi criada, por doceiros, na cidade de Siena, na Toscana, no seculo XVII,  para festejar  a grandeza do Gran-Duque Cosme dos Medicis, quando chegou por lá.

Visto que ele era apaixonado por doces, nada melhor que criar um especial para ele! Na época o Tiramisù foi chamado “Sopa do Duque” o qual levou a receita para Florença e de lá ela se propagou por toda a península italiana.

Esses doceiros queriam criar um doce, que fosse marcante, mas ao mesmo tempo preparado com ingredientes simples.

Tiramisu: “Me levante!”

Muito se fala e já se falou  sobre ele, até que tenha poderes afrodisíacos! Mas nada que tenha sido cientificamente provado. Mas o fato que se acreditasse que fosse excitante e que tivesse poderes afrodisíacos, fez com que ele começasse a ser chamado de TIRAMISÙ, cuja traduçao literal è “me levante”!

Essa è a versão Toscana, mas o Piemonte tem a sua, e o Veneto também!

Mas vamos à receita do nosso doce:

Dose para 8 pessoas:

Ingredientes:

-400 gramas de biscoito champanhe

-120 gramas de açúcar

-Café suficiente para banhar os biscoitos.

-6 ovos

-500 gramas de queijo Mascarpone (pode ser substituído por “Philadelphia-cream cheese” ou outro queijo cremoso, exceto ricota)

-Chocolate amargo em pó

 

Preparo:

Creme:

Separar as claras das gemas. Misturar as gemas com metade do açúcar (60 gramas) e bater muito bem (melhor se com uma batedeira!), até que o açúcar esteja totalmente dissolvido e bem misturado com as gemas, formando um creme homogêneo. Acrescentar o mascarpone  batendo  bem.

Bater as claras em neve e acrescentar a outra metade do açúcar (60 gramas).

Unir os dois cremes batendo devagar para não desmontar as claras.

Agora podemos começar a preparar o doce propriamente dito!

Você pode fazer um doce grande ou 8 taças individuais! Você decide segundo as tuas necessidades.

Primeira camada: uma colher de sopa de creme no fundo da taça.(ou do Pirex!)

 

Segunda camada:  colocar os biscoitos molhados(tome cuidado para não exagerar!) no café, que pode ser ou não açucarado, segundo o gosto de cada um. Se você não gosta de doce muito doce, é melhor não açucarar o café!

Repetir a operação até que a taça esteja cheia, terminando com o creme. Alisar o creme com uma colher e concluir com uma polvilhada de chocolate amargo. Deixar na geladeira por pelo menos 3 horas antes de servir.

Este doce pode ser congelado!  Mas deverá ser comido em até no máximo um mês.

E….. BUON APPETITO!

Eu morei na Itália 25 anos e nesses anos eu aprendi a cozinhar com os italianos!

Se você quiser que eu ensine outras especialidades é só pedir!

Compartilhe e deixe seus comentários!

Este blog também é seu! :))