Patrimônios da Unesco

Logo da Unesco

Fonte Google Imagens

10 Maravilhas que você tem que conhecer!

Existem lugares no mundo que são simplesmente incríveis. Alguns são naturais enquanto outros são construções que ganham destaque por diversos motivos como, por exemplo, importância histórica.

A UNESCO (Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura) reconhece a importância e se ocupa com a preservação desses ambientes. São muitos os patrimônios listados pela organização, mas neste artigo você verá os 10 melhores e mais maravilhosos e que você não pode deixar de ver de perto. Confira!

  1. Templos de Ankor WatAngkor Wat  – Camboja

É o lugar mais famoso do Camboja e fica a noroeste do país. A maior demonstração da sua importância é que ele está estampado na bandeira oficial do país. É um belo e suntuoso sitio arqueológico com imponentes templos e é um dos monumentos mais antigos da história, cuja existência é conhecida desde o ano de 802 d.C.

Acropolis-Atenas

  1. Acrópole – Grécia

Possui belos templos magníficos que remonta ao período da “Idade do Ouro” de Péricles. Grande parte desses templos é dedicada à deusa Atena. Quando for, aproveite para calmamente conhecer o famoso Parthenon, que é uma das representações arquitetônicas mais imponentes da Grécia Antiga. Fica na capital Atenas.

Galapagos

  1. Ilhas Galápagos – Chile

Possui um grupo de 13 ilhas principais e mais uma dezena de ilhotas. Ficou famosa (e entrou para a História) com Charles Darwin que observou as espécies e escreveu o livro “A Origem das Espécies” (1835).

Lá você encontra albatrozes, tartarugas-gigantes, iguanas, além de vulcões, grutas e belas praias. A principal entrada para Galápagos é através da ilha de Santa Cruz que é próxima do aeroporto de Baltra.

Foto de Corais

  1. Grande Barreira de Corais – Austrália

É uma longa e linda extensão de Corais que fica na costa de Queensland. São mais de 3.000 sistemas de recifes individuais. É possível encontrar espécies bastantes primitivas devido à ao fato que habitam há muito tempo a região e é a maior do mundo, pois cobre 345 mil km². A região, dotada de rara beleza, ainda oferece centenas de ilhas e praias encantadoras.

Cataratas do Iguaçu

  1. Parque Nacional do Iguaçu – Brasil/Argentina

O Parque foi criado em 1939 e é considerado uma das sete maravilhas do mundo. Ocupa mais de 600 mil hectares de áreas protegidas e 400 mil de florestas consideradas ainda primitivas. Muitas são as medidas para a preservação dessas belezas realizadas tanto pelo Brasil quanto pela Argentina – rivalidade é só no futebol mesmo!

Moais na Ilha de Pascoa

  1. Ilha de Páscoa – Chile

Esta ilha poderia ser facilmente definida com uma só palavra: fascinante. É a última fronteira da América do Sul e seu nome foi dado em consequência do fato dela ter sido descoberta  justamente em um  domingo de páscoa em 1722.

É nesta ilha que se encontram os “Moais”, estátuas gigantes de pedra vulcânica com uma altura que pode variar de  2 à 21 metros metros e um peso de 75 à 270 toneladas. Elas se assemelham a pessoas que olham na mesma direção. Atrai a atenção de pesquisadores e místicos pela sua intrigante posição.

Foto do Centro Historico de Napoles

  1. Centro Histórico de Nápoles – Itália

Nápoles possui uma beleza arquitetônica e histórica fantásticas. Fica na parte oeste da Itália e   abriga o famoso vulcão Vesúvio. É uma das cidades mais antigas do mundo, cujo nascimento se acredita tenha sido por volta do século IX a.C.

O centro histórico (por sinal um dos maiores do continente) possui 1.700 hectares entre construções seculares, museus, castelos e as ruínas de Pompeia, que foi devastada pela erupção do Vesúvio no ano de 79 d.C.

Relevo de Danxia China

  1. Relevo de Danxia (China)

Parece cenário de filme de ficção científica, criado em pleno sudeste e sudoeste da China. As “pinturas impressionistas” naturais são resultado de um fenômeno geológico de acumulação de arenito de cor vermelha que se deu ao longo de milhares de anos. Devido ao seu belo aspecto, recebeu o nome de Danxia que significa “nuvem rósea”. Fica nos arredores da província de Gansu.

Mont Saint Michel

 

 

  1. Monte Saint-Michel – França

É uma ilha que abriga um antigo mosteiro e, durante a Revolução Francesa foi uma prisão. Para se chegar até a ilha é necessário pegar o caminho da estrada construído em 1880. Fica na divisa entre a Bretanha e a Normandia. De Paris, fica a 4 horas de carro.

Foto de um Jacaré no Pantanal

 

 

  1. Pantanal Mato Grossense – Brasil

Não poderia deixar de falar de um dos lugares mais importantes e que fica em território nacional. O Pantanal possui a maior superfície alagada do mundo e abriga diversas espécies de animais em extinção.

O Parque se estende entre os estados do Mato Grosso e Mato Grosso do Sul. E é lá que se encontra um dos animais símbolos da reserva: a onça pintada.

Para fechar

Viu como são impressionantes os patrimônios apresentados neste artigo? Cada qual com suas características peculiares formam parte da riqueza que o planeta Terra dispõe. Concorda? Deixe sua opinião nos comentários abaixo.

E se você acha que este artigo vai agradar um seu amigo ou um parente,

Compartilhe!!

Viajar Barato: 10 Dicas

Cofre em forma de porquinho para poupar e viajar

Foto Google Imagens

 

 

Viajar é uma das melhores coisas da vida!! Seria maravilhoso viver só na estrada e cada dia em um lugar diferente. Ainda que a viagem seja uma prática bastante prazerosa a grande maioria das pessoas não viajam por acharem que é sempre muito caro.

Mas também existem aquelas que passam o ano todo trabalhando e economizando, para fazer um belo e inesquecível passeio, geralmente conhecer lugares que sempre sonharam. De qualquer forma, uma viagem bem organizada não deve ser necessariamente cara!! Para você se dar bem é só seguir as dicas que irei te dar ao longo deste artigo. Preparado? Vamos lá.

  1. Pesquise os preços e compre com antecedência

Quando se fala em preços envolvendo passagens, hospedagem e  possíveis deslocamentos como ônibus e táxi (transporte público em geral!), é preciso “estudar” bem as alternativas antes da viagem! Na maioria das cidades você pode comprar passagens para 1,2,3 dias ou uma semana ou até  um mês pagando bem menos!! Se você planeja fazer uma viagem aérea procure pesquisar os preços, horários e não se esqueça de verificar o valor das taxas de embarque, principalmente quando a mesma cidade possui mais de um aeroporto e, às vezes, é possível que haja diferença de valores entre um e outro. Algumas passagens são mais baratas porque aterram em aeroportos menos centralizados. E fique experto! Ninguém quer viajar de madrugada! Os voos que partem às quatro da manhã custam menos!! :))

  1. Escolha o melhor período para viajar

Todo destino turístico possui dois importantes momentos: a alta temporada e a baixa temporada e, como se sabe, no primeiro período, além de se deparar com grandes aglomerações os preços de produtos e serviços são mais elevados.

O melhor período para viajar gastando menos é, sem dúvida, na baixa temporada onde você poderá conhecer o destino em sua rotina normal, aproveitar os lugares, atrativos e serviços em seus valores mais justos e ainda conseguir economizar uma boa grana tanto na ida quanto na volta, pois até o deslocamento sai mais em conta.

Pesquisa na Internet

Fonte Google Imagens

  1. Confira as promoções na Internet

Uma boa dica é sempre aproveitar a internet para saber de todas as promoções e descontos. Muitos sites divulgam até gratuitamente novidades e promoções, além de preciosas dicas que fazem toda a diferença nas suas escolhas. Aqui mesmo, no nosso blog, você pode se cadastrar para receber todas as informações que precisa como dicas, descontos e promoções e o melhor: é tudo de graça!

E sempre acontece algo inusitado como, por exemplo, você pensar em algo e, pouco tempo depois receber uma mensagem quase resposta para sua questão (não é mesmo?). Então não deixe a oportunidade passar!

  1. Pesquise os pontos turísticos antecipadamente

Procure criar um mapa de todos os pontos turísticos existentes em seu destino, os que você pretende conhecer e faça um itinerário, porque você aproveitará para ver todos os pontos turísticos de uma determinada zona no mesmo dia, economizando tempo e dinheiro de transporte!! E não se esqueça de pesquisar na internet os dias e horários de funcionamento das diversas atrações! Lembre-se que algumas fecham, e você vai perder tempo precioso indo até lá! Em geral nas grandes cidades (e às vezes nas pequenas também!) tem um dia na semana ou no mês que estas atrações podem ser visitadas  gratuitamente. Além do mais existem preciosidades de um lugar que às vezes passam despercebidas por muitos guias de turismo.

  1. Experimente novas formas de hospedagem

Existem algumas modalidades que podem sair mais baratas para o seu bolso como pousadas, hostel (na Europa eles são excelentes!) e albergues. Estes tipos de hospedagem geralmente possuem preços bem melhores e muito convidativos.

Quarto de um Hostel com camas Beliche

Foto Google imagens

  1. 6-Controle o seu orçamento

Procure estipular um valor mínimo e outro máximo de gastos diários para que não extrapole o sua reserva para a viagem. Com este cuidado você evitará surpresas desagradáveis.

  1. Antecipe suas reservas

Semelhante a dica 1 você deve aproveitar as boas ofertas disponibilizadas quando fizer as suas pesquisas e reservá-las o quanto antes. Quanto mais próxima for a reserva, mais cara será a sua diária – isso se encontrar disponível.

8.  Fuja de serviços para turistas

No caso se refere a restaurantes, bares e serviços de deslocamento. É comum cobrarem valor alto só porque você não é dali. Para quem deseja economizar, mesmo sendo rico, não deve se deixar levar. Esteja atento principalmente se no seu destino o transporte público  for eficiente! Cidades como Paris, por exemplo, têm um metro fantástico!

Fazendo amigos no Hostel

Fonte Google Imagens

  1. Faça amizades

É muito bom quando se pode viajar para um destino e lá existem amigos que podem te hospedar. Além de matar a saudade você até pode esticar a estadia e economizar muito. Em qualquer viagem busque sempre fazer novas amizades e aproveite para convidar a pessoa a te visitar e se hospedar na sua casa e, em seguida, ela acabará te convidando para retribuir.

A propósito, o hostel é um lugar excelente para fazer novas amizades e encontrar companhia se você estiver viajando sozinho(ou não!)

  1. Viaje bem e com calma

Nada de pressa. Uma viagem agradável deve ser realizada com calma, afinal de contas você está a passeio com o intuito de relaxar e se divertir. Procure criar roteiros com atrações e passeios próximos para que possa aproveitar melhor e sem gastar muito.

Com estas dicas simples você poderá fazer viagens incríveis, se divertir e conhecer muitos lugares e pessoas sem precisar gastar acima de suas possibilidades. Compreendeu? Então tenha uma boa viagem!

Se você achou que este artigo foi útil para você, pode ser que ele seja também para um seu amigo ou parente!!

Compartilhe!!!

 

 

Onde esquiar?

Montanhas Nevadas

Onde esquiar?

Você gosta de esquiar? Normalmente onde você costuma ir para praticar este esporte? O esqui é um dos esportes mais radicais praticados na neve e como é difícil que ela apareça por aqui, muitos brasileiros acabam viajando para países como o Chile – que é o mais perto – Estados Unidos, Canadá e norte da Europa, lugares estes onde eles podem encontrar a neve que falta por aqui.

Além da Argentina e do Chile, o Brasil, embora possua um clima mais quente,  possui  também alguns lugares onde é possível praticar o esqui. Descubra, a seguir, quais são as melhores opções para você  conhecer e se divertir.

  1. Bariloche – Argentina

É um dos pontos turísticos mais famosos da Argentina e destino certo para os turistas mais aventureiros. O nome oficial é San Carlos de Bariloche que fica na província de Rio Negro próxima a Cordilheira dos Andes. Devido a sua localização geográfica, as temperaturas chegam facilmente  até -10° C.

Homem esquiando

Foto Google Imagens

  1. Portillo – Chile

É outro destino turístico bastante procurado por turistas no Chile. Semelhante à Argentina Portillo também é próximo a Cordilheira dos Andes e fica aproximadamente a 164 km de Santiago. Em meio a tantas montanhas (que chegam facilmente a 5.000 metros de altura) e neve, Portillo ainda oferece um belo lago chamado Laguna del Inca, cujo nome faz logo pensar que a civilização Inca já esteve por ali no passado.

  1. São Roque – São Paulo

Você pode até não acreditar, mas no interior de São Paulo existe uma estação de esqui. É a Sky Mountain Park que possui uma altitude de 1.200 metros e é envolvida pela Mata Atlântica. Mas se você pensa que encontrará neve como na Argentina e no Chile está muito enganado.

As condições climáticas “pediram” uma adaptação, ou seja, a pista é composta por placas de plástico como, por exemplo, o polietileno. Nesta estação é possível esquiar em dois tipos de pista: uma para iniciantes que possui 100 metros e é pouco inclinada e, outra de 400 metros que possui uma inclinação maior e é adequada para quem já pratica o esporte há algum tempo.

Pessoas Esquiando

Foto Google Imagens

  1. Valle Nevado – Chile

Voltemos ao Chile! Pois bem, o Valle Nevado é uma estação de esqui que possui em torno de 39 pistas com quatro níveis diferentes de dificuldade. A bela estação ainda conta com teleférico. Fica distante 64 km da capital Santiago e a sua altitude alcança 3.025 metros de altura.

  1. Cerro Bayo – Argentina

Fica a 80 km de Bariloche e próxima a Villa la Angostura. Cheia de bosques e bela paisagem natural, a visão panorâmica do Lago Nahuel Huapi é de encher os olhos e o coração. São 22 pistas em média para iniciantes e profissionais. A sua neve é profunda e devido ao modelo de serviço prestado aos visitantes é conhecido como esqui boutique que, entre outros fatores positivos, possui uma boa infraestrutura.

Sky-lift

Foto Google Imagens

  1. Termas de Chillan – Chile

É um pouco distante de Santiago, cerca de 400 km de distância. A bela e pacata vila, que anos atrás era mais procurada para tratamentos de beleza e saúde, agora é um dos destinos turísticos mais procurados na região.

A estação possui 32 pistas e tem um desnível vertical de 800 metros. Além do mais, você ainda encontra piscinas termais de enxofre e ferro, cujas temperaturas podem alcançar a casa de 38° C.

Pessoas Esquiando

Fonte Google Imagens

  1. Snowland – Gramado

Com uma pequena distância de 6 km do centro de Gramado o Snowland é um dos pontos turísticos mais visitados da encantadora cidade gaúcha. Aqui você encontrará neve como deseja, ou seja, verdadeiramente natural onde você pode praticar  o esqui, o snowboard e até patinação no gelo.

São mais de 16 mil metros quadrados e a temperatura pode chegar à casa de -2°C ou -2,5°C. Atrai muitos turistas brasileiros e também estrangeiros que são atraídos pela beleza da estação.

Para fechar

Como você pode perceber, não há necessidade de fazer uma longa viagem para poder esquiar. Existem excelentes opções bem próximas e que merecem ser  conhecidas. Como em nossos vizinhos Argentina e Chile há várias estações, uma dica é aproveitar quando for viajar para algum desses destinos é não deixar de conhecer as estações que são mais convidativas.

Espero que tenha gostado desse artigo. Posso contar agora com sua curtida? Utilize o botão abaixo para dar o seu “like”.

E se este artigo foi útil para você, ele também será útil para um seu amigo ou parente!

Se você quiser receber outras matérias como esta diretamente no seu email, preencha o formulário abaixo e venha fazer parte do nosso grupo de viajantes insaciáveis!

Compartilhe!!!

 

 

 

 

As cascatas mais bonitas do mundo

Foto de Cascata com arco-iris

Cascata com arco-iris

As cascatas mais bonitas do mundo

A natureza é sempre linda, surpreendente e nos presenteia com paisagens encantadoras. Entre o céu e a terra há muito que contemplar. As cascatas ou cataratas fornecem grande volume de água que é bastante utilizado na geração de energia elétrica, como é o caso, por exemplo, das Cataratas do Iguaçu, que também servem de fronteira natural entre o Brasil e a Argentina.

Neste artigo você conhecerá as cascatas mais bonitas do mundo que lhe deixarão de boca aberta. Duvida? Acompanhe-me.

  1. Luang Prabang – Laos

É indescritível a beleza das cachoeiras deste lugar que ficam em um parque, cuja distância do centro de Luang Prabang é cerca de 30 km. A cascata possui algo em torno de 25 metros de altura que forma belíssimas piscinas naturais. Por mais que existam, neste parque, ursos que você pode visitar é muito provável que, ao estar contemplando a beleza da cascata, você nem consiga se lembrar do “animalzinho”.

  1. Kanchanaburi – Thailandia

Dentro do Parque Nacional Saiyoke há uma bela cachoeira chamada de Saiyoke Yai que é quase totalmente  cercada por mata nativa. Há várias pontes de madeira onde se pode sentir o respingar das águas das várias quedas. A transparência das águas, aliada a presença confortante das sombras das árvores fazem com que você, uma vez alí, não tenha  vontade de ir embora.

  1. Cataratas do Iguaçu – Brasil

Localizadas no estado do Paraná, as Cataratas do Iguaçu são consideradas  Patrimônio da Humanidade e uma das sete maravilhas naturais do mundo. São aproximadamente 275 quedas de água vindas do rio Iguaçu. As quedas medem cerca de 80 metros de altura e chegam a 2780 metros de largura. O véu de vapor formado pela força e queda das águas é um espetáculo a parte.

Angel Falls

Fonte Google Imagens

  1. Angels Falls – Venezuela

É considerada uma das maiores do mundo com aproximadamente 979 metros de altura e com queda de água em torno de 807 metros. Suas águas se originam no rio Churún. As cataratas ficam no Parque Nacional de Canaima. A Cascata do Anjo se chama assim, pelo nome do aviador que as “descobriu”, seu nome era Angel (que quer dizer: anjo!)!!

Uma curiosidade sobre a Angels Falls é o fato de que além de estar presente no Guiness Book of Records, como a cachoeira mais alta do mundo as suas águas nem sempre conseguem chegar ao solo em estado líquido, devido à longa distância que elas percorrem desde o topo da catarata até o ponto de chegada! (inacreditável).

  1. Tugela Falls – África do Sul

Se a Catarata de Angels, na Venezuela, é a maior do mundo, a de Tugela é considerada a segunda, e possui 948 metros de altura. A sua maior queda é de aproximadamente 400 metros. Tugela está localizada em Northern Drankensberg. É uma cachoeira de acesso difícil e que exige preparo físico para ser alcançada, pois o tempo médio de caminhada é de aproximadamente 4 horas (só de ida)!

  1. Ramnefjellsfossen – Noruega

Tudo bem se você não conseguir pronunciar o nome desta catarata! Ele é realmente impronunciável! Talvez tivesse mais dificuldade ao observar, mesmo de longe as belas e sinuosas quedas (3 principais no total) e que pode chegar a 600 metros de altura.

As águas são provenientes das geleiras Jostedalsbreen (já dá para arriscar a pronúncia!). Para ver de perto toda a sua magnitude é necessário pagar uma taxa local para auxiliar na manutenção das estradas, cuja pavimentação permite o acesso a essa belíssima catarata.

  1. Cataratas de Kaieteur – Guiana

Localizada na região central da Guiana, as cataratas de Kaieteur é uma das mais volumosas do mundo, algo em torno de 663 m³ por segundo. A queda de suas águas é uma das mais impressionantes e atinge uma altura aproximada de 226 metros. Embora seja imponente o seu acesso é um dos mais fáceis. Perto dela, cerca de 6 km, se encontra o Aeroporto Internacional de Kaieteur.

Yosemite Falls

Fonte Google Imagens

  1. Yosemite Falls – EUA

Localizada no Parque Nacional Yosemite (Serra Nevada – Califórnia) a catarata possui 739 metros de altura, o que lhe dá o título de mais alta da América do Norte. A cachoeira possui várias quedas divididas entre médias (260 metros), baixas (98 metros) e superiores (440 metros). Suas águas são originadas do derretimento da neve. Yosemite é considerada a sexta maior do mundo.

  1. Gullfoss – Islândia

Em uma tradução livre, o significado de seu nome é  “Cachoeira de Ouro”. Possui duas quedas menores e uma maior em formato de “L”. No inverno, há um belo espetáculo com o congelamento de boa parte de suas águas. Fica a 7 km de Geysir.

Mergulho Livre

Essas cataratas que você acabou de conhecer são as mais deslumbrantes de todas que existem espalhadas pelo mundo. É impossível não se encantar com cada uma delas – verdadeiros patrimônios naturais da humanidade.

É nossa obrigação conservar estas belezas para aqueles que virão depois de nós!

E lembre-se!! O que você gostaria de saber sobre este maravilhoso mundo?

Nos pergunte e nós te responderemos com um belo artigo!!

Gostou deste? Curta e compartilhe com seus amigos nas redes sociais.

 

 

 

Jet Lag: Dicas para superá-lo e aproveitar a viagem!

Jet-Lag

 

Viajar é sempre muito bom e agradável, pois você sai um pouco de sua rotina e conhece culturas, pessoas e lugares diferentes. Mas qualquer tipo de deslocamento causa alterações no organismo, pois o mesmo é submetido às diferenças climáticas e outros fatores determinantes.

Em uma viagem aérea, dependendo do número de horas e regiões percorridas as alterações podem ser mais evidentes devido, entre outros fatores, a pressão atmosférica, temperatura, e principalmente a diferença de fuso horário. E esses “probleminhas” atingem todos os passageiros, desde os iniciantes até os mais experientes. Logicamente cada um vive este “mal-estar” de maneira diferente.

Por mais desagradáveis que possam parecer, há sempre algumas dicas valiosas que conseguem amenizar estes inconvenientes. Quer saber quais são? Continue lendo este artigo.

Organização sempre!

O Jet Lag é um termo inglês que se refere a um tipo de mal estar que gera alterações no organismo, como por exemplo: dores no corpo, falta de memória, cansaço, problemas digestivos, alteração de humor, dor de cabeça intensa e muito sono ou até insônia.

Por outro lado, não se pode esquecer que esses mesmos sintomas variam de pessoa para pessoa, ou seja, algumas sofrem mais, enquanto outras pouco sentem os efeitos da viagem. E, por falar nisso é bom esclarecer que o Jet Lag está relacionado a viagens a longa distância ou internacionais, cujo tempo de percurso provoca facilmente estes efeitos ruins.

Desta forma, você que não vai querer “pagar para ver” e prefere “prevenir que remediar”, deve procurar deixar todos os preparativos organizados com a maior antecedência. Além de evitar possíveis esquecimentos de coisas e objetos importantes, não precisará passar por todo aquele estresse de preparar tudo na “última hora”.

MALA de VIAGEM

Fonte Google imagens

Quando se deixa para resolver nos instantes finais, mesmo que consiga resolver tudo, você acaba se munindo de estresse e forte irritação. Mesmo que não demore muito a passar é possível que esses efeitos contribuam para o agravamento do Jet lag.

Cuidados sempre essenciais com a alimentação

A alimentação é muito importante e exige atenção constante (até rimou!). Mas, falando sério, se uma alimentação correta influencia diretamente na sua saúde, o mesmo não será diferente neste caso. O ideal é fazer uma refeição leve e de preferência evitar as guloseimas oferecidas até dentro das aeronaves.

Além do mais, em toda e qualquer situação é importante beber muito líquido para hidratar o seu corpo. Evite, é claro, o consumo de bebidas alcoólicas e dê preferência à água mineral. Consuma proteínas e frutas para reforçar adequadamente o organismo para uma longa viagem.

Tenha uma boa noite de sono

Todo mundo sabe o quanto é importante ter uma noite bem dormida e no caso de uma viagem como essa é mais do que fundamental. É muito comum que algumas pessoas não consigam dormir devido à ansiedade ou preocupação com a viagem e isso não auxilia em nada.

Procure se tranquilizar para que possa conseguir dormir adequadamente, caso contrário, se sentirá mais cansado e indisposto para enfrentar uma viagem mais intensa e mesmo que consiga dormir no voo não é a mesma coisa que estar confortavelmente em seu quarto. Dormir no voo é igual a tirar um breve cochilo.

roupa para viajar

Fonte Google Imagens

Use roupas confortáveis

Evite roupas apertadas, tecidos que não respiram ou que lhe deixem se sentindo desconfortável. Roupas assim não te deixarão a vontade e isso lhe deixará um pouco irritado. Para evitar tais problemas, vista roupas leves e confortáveis para que possa se sentir melhor e mais livre!

Quando chegar, faça uma leve caminhada

A caminhada é um dos exercícios mais leves e bastante eficazes. Faz bem ao coração, melhora a digestão e a respiração. Assim que você chegar ao seu destino, logo que puder, faça uma caminhada para que o seu organismo se adapte mais rápido. Como? Uma caminhada simples sob a luz do sol para que o seu corpo possa compreender mais rapidamente a diferença entre o dia e a noite e isso é feito pela percepção que seu organismo realiza da luz natural ambiente.

Para dar uma forcinha ao seu corpo procure organizar sua viagem para que possa desembarcar no seu destino no período da manhã, já que a incidência de luz fará com que o seu organismo compreenda os “horários locais”.

Hora de aterrissar

Essas dicas são importantes para amenizar o problema causado pelo Jet Lag. Procure se organizar sempre e escolher bem os horários de desembarque para que o seu organismo não sofra com as várias alterações.

Boa viagem!

Deixe seu comentário!

Tem algo que você gostaria de saber antes de viajar?

Podemos escrever sobre suas dúvidas!

E se você acha que estas informações podem ser úteis para seus amigos e parentes…

Compartilhe!!!